Por que o gato gosta de dormir na sua cama?

Durante o dia, ele pode revezar entre as muitas caminhas de gato que você espalhou pela casa, mas à noite… a maioria dos miaus gosta mesmo é de pular na cama e dormir junto com os humanos. E eles têm muitos (bons) motivos para fazer isso.

• É confortável!
A cama “das pessoas” é grande, macia, quentinha e cheia de cobertas e travesseiros. Quem não gostaria de poder dormir em uma cama gigante assim todos os dias? E mais: ela costuma ser mais limpa do que a cama do gato, que nem sempre é lavada com a mesma frequência que os lençóis.

• Tem você!
Da mesma forma que você gosta da companhia do miau na hora de dormir (e daquele ronron de ninar maravilhoso), ele gosta da sua. Estar perto de você é uma forma de mostrar que ele te ama e que ele sente seguro ao seu lado, ou ao seu pé… o que importa é sentir que você está por perto.

• Quem disse que a cama não é dele?
Você pode nunca ter parado para pensar nisso, mas provavelmente ninguém falou para o gato que a cama não é dele. A não ser que você tenha deixado isso muito claro (expulsando ele dali), na lógica felina, a cama é dele e é você quem dorme com ele, não o contrário!

E se ele não dorme na cama com você, o que isso significa?

Um gato pode ter diversos motivos para não querer dormir na cama, o que não quer dizer que ele não goste da sua companhia, ele só tem outras formas de mostrar! Pode ser que você se mexa demais à noite, pode ser que ele se sinta vulnerável em cima da cama e prefira se entocar debaixo dela, pode ser até que outro gato da casa não deixe ele dormir ali e ele prefira evitar o conflito.

E é saudável dormir com um animal na cama?

Se o seu gato é saudável, é claro que é! Nós também somos animais, afinal, só somos um pouco maiores e menos peludos. Exceto em casos específicos (alergia, por exemplo), dormir com o peludo só traz benefícios, como conforto emocional e possibilidade de tornar vocês ainda mais próximos um do outro.

E, sim, isso vale para todas as idades, mesmo crianças! Na verdade, um estudo americano descobriu que conviver com animais é importantíssimo para fortalecer o sistema imunológico da criança e, caso o convívio seja desde o primeiro ano de vida, pode evitar o desenvolvimento de alergias posteriores. Você pode ler mais sobre esta pesquisa clicando aqui (em inglês).

 

Fotos: Ella Mullins, Killir Horton e Nicholas Erwin

Comentários desativados.