Aria, a gatinha literária

Foi um dia frio de abril que eu nasci. Eu, minha irmã e meu irmão. Nós três éramos felizes com nossa mamãe, dentro de uma caixa quentinha, na varanda de … Continue lendo →







Da dor, para o amor!

Minha família sempre ensinou a cuidar e amar os animais, priorizando os que são diariamente abandonados e maltratados. Numa manhã fria de 2011, minha irmã me ligou as 7:00 da … Continue lendo →




Amigos há 24 anos – e para sempre!

Um dia, caminhando pela Rua Ituverava, em Jacarepaguá, no RJ, vi uma caixinha com dois gatinhos abandonados… peguei as duas criancinhas indefesas e levei pra casa. Na primeira noite eles … Continue lendo →