A maneira certa de ensinar seu cachorro a passear sem puxar a guia

dog on a leash

Quando um cachorro puxa demais a guia, passear se torna uma tarefa chata tanto para ele quanto para você. Muitas pessoas acabam desistindo de andar ou apelando para enforcadores e coleiras de ferro (ai!) que machucam o cachorro. E temporariamente, a força bruta pode até resolver, mas essas coleiras são extremamente dolorosas e podem causar danos permanentes ao pescoço do animal (mesmo que você não esteja vendo). Tentar fazer o cachorro entender que precisa ficar ao seu lado pode ser uma tarefa exaustiva e desagradável, mas existem muitos métodos divertidos e gentis de minimizar o problema. Seguindo as dicas abaixo, seus passeios podem ser muito mais proveitosos, tanto para você quanto para seu amigo.

Dica do gatinho: se o cachorro se desespera sempre que vê a coleira ou escuta a palavra passear, pode ser difícil realizar os exercícios abaixo. Então antes de mais nada, precisamos diminuir sua ansiedade. Deixe a coleira pendurada em algum lugar no caminho dele e mexa nela de vez em quando, sem sequer olhar para o cachorro, e coloque-a de volta no lugar. Quando ele se acostumar a isso, comece a deixá-lo de coleira dentro de casa por alguns minutos todo dia. Isso deve ajudar a dimunuir sua ansidade. Ah, e nada de “Vamos passear” na hora de sair. Fique normal, sem agitação, coloque a coleira nele e saia sem falar nada nem fazer contato visual. Muito do que ele estará sentindo depende das emoções que você passa para ele, então sua calma e neutralidade são fundamentais!

1) Incentive e recompense toda atenção que seu cachorro lhe dá. Quando ele está prestando atenção em você, ele olha na sua direção. Se você não consegue que ele faça isso, não vai conseguir se comunicar. Comece em um local quieto – dentro de casa serve, faça um barulhinho agudo ou um som que tenha entonação forte, como “Hey”, ou estale a língua (a maior parte dos cachorros responde bem). No momento que ele olhar para você, coloque um petisco delicioso em sua boca. Repita esse exercício até que ele olhe para você imediatamente após o comando. Quando for realizar o treinamento na rua, escolha lugares calmos sem muitos distrativos.
Você também pode conseguir a atenção dele simplesmente falando “bom menino” e dando petiscos sempre que ele olha para você durante o passeio. Se ele ficar obcecado pelos petiscos e não tirar o olho de você, ignore-o por um tempo. Espere ele se distrair com alguma coisa e faça o barulho que treinou. No momento que ele lhe der atenção, recompense-o. Ele vai se acostumar a olhar para você sempre que tiverem distrações em volta. Continue dando petiscos até que ele fique atento regularmente, ele vai começar a olhar para você esperando um comando ou direção.

2) Recompense toda vez que o cachorro andar sem puxar nem ser puxado. Exagere nos movimentos quando estiver passeando, vire-se e faça várias paradas. Parabenize o cachorro verbalmente sempre que ele te imitar sem puxar. Se você virar e ele virar com você, diga alguma coisa como “muito bem” e dê um petisco. Quando ele parar com você, diga a ele o quanto ele é um bom cachorro. Então comece a dar comandos ao longo da caminhada. Se ele parar junto, diga “Fica” e dê um petisco. Quando retomarem o passo, diga “Vamos”. Quando mudar de direção, faça um barulhinho antes de virar e diga “Por aqui” – bom, deu para entender. Dê os petiscos sempre que ele te seguir. Agora você está ensinando comandos para que ele saiba o que fazer quando você pedir.

3) Torne o passeio divertido. O passeio é para o benefício do seu cão. É o momento dele de se distrair e desestressar. As pessoas ficam impacientes quando o cachorro fica cheirando tudo e parando para ver as coisas, então puxam e ordenam que o ele continue andando. Não faça isso. Deixe ele cheirar o que ele quiser. Ele vai se divertir muito mais e vai estar mais aberto a seus comandos. Quando ele quiser cheirar alguma coisa, deixe, e quando retomarem o passo diga “Vamos” e recompense-o.
Se você tem um cachorro que gosta de morder e de brinquedinhos, leve bolinhas e gravetos no passeio. Deixe ele morder os brinquedos quando vocês caminham. Ele vai adorar isso e estará muito mais interessado em você, diminuindo os problemas.

4) Apresse a caminhada e varie o ritmo.Relaxed-Leash-553x590 Os cachorros têm quatro patas e um centro de gravidade baixo. Eles andam mais rápido do que a maioria das pessoas corre. Forçar um cachorro a andar no seu ritmo é muito chato e desconfortável para ele. É um conflito desnecessário. Apressando a caminhada, ele vai puxar menos e fazer mais exercício. Se ele quer andar rápido, bata na sua própria coxa e diga “Rápido” e corra com ele. Recompense-o por correr com você. Diminua o ritmo, e recompense-o por te acompanhar mais uma vez. Permitindo que ele ande numa velocidade mais natural, ele estará mais relaxado e atento a você.

5)Puxe menos você também. Em vez de puxar a guia o tempo todo, ou dar trancos e mantê-la curta, deixe-a solta. Os cachorros tem um reflexo oposto, o que significa que quanto mais você puxar, mais ele vai puxar também. Essa é a reposta automática do seu cão, não importa a idade ou tamanho dele. Se ele puxar ou disparar numa direção errada, em vez de criar um cabo-de-guerra congele seu braço no lugar, ou pare de andar. Eventualmente ele vai parar o que está fazendo e olhar para você.

Resumindo, recompensar seu cachorro por olhar para você, virar com você e parar com você, e tornando o passeio divertido, ele estará mais atento e aberto a seus comandos. E vocês dois vão poder aproveitar as caminhadas juntos.

 

Texto e foto menor: Alana Stevenson, comportamentalista e escritora – Life With Dogs

Foto inicial: Dean Terry

Comentários desativados.