Bolas de pêlo: o que são, como evitar e quando se preocupar

bolas de pelos gatos evitar

Gatos adultos podem passar até 50% das horas em que estão acordados se lambendo e limpando. Isso é muito tempo – e muitos pêlos engolidos! Como esses pêlos nem sempre são digeridos e podem se alojar no estômago ou intestino causando incômodo, o gato precisa colocá-los para fora.

Então é completamente normal que seu gato vomite uma bola de pêlos de vez em quando, mas em alguns poucos casos a situação pode se complicar a um ponto perigoso. Quando a bola de pêlos não é eliminada, pode causar uma obstrução intestinal – que põe a vida do gato em risco.

 

Reconhecendo o perigo

Leve seu gato ao veterinário quando observar algum dos seguintes sintomas:

  • Falta de apetite
  • Prisão de ventre ou diarréia
  • Dor ao usar a caixa de areia
  • Vômitos por mais de um dia (com ou sem presença de pêlos)
  • Eliminar bolas de pêlo várias vezes no período de uma semana
  • Engasgos ou tentativas de vomitar freqüentes

Muitas vezes, a causa do próprio problema com as bolas de pêlo é algo muito mais sério, físico ou psicológico. Gatos passando por períodos de stress prolongado, por exemplo, podem desenvolver lambeduras obsessivas e queda de pêlos, o que aumenta o volume de pêlos engolidos e o risco de uma obstrução.

 

Evitando problemas

A saúde do gato é bastante afetada pela qualidade da ração que ele consome (“você é o que você come”). Opte por rações Premium ou Super Premium, sem corantes e de aspecto oleoso. Se os grãos esfarelam com facilidade ou têm uma porção de cores chamativas, fique longe. O que você poupará em alimento estará gastando em veterinário. Rações úmidas (latinhas e sachets) também ajudam a melhorar o trato intestinal.

gato escovacao bolas de peloEscove seu gato regularmente. Persas e outras raças de pêlos logos exigem uma escovação quase diária, enquanto gatos de pêlo curto podem ser escovados uma vez por semana. Passe a escova (de preferência uma rasqueadeira macia como a da foto) no sentido contrário ao crescimento dos pêlos – várias e várias vezes, depois passe no sentido normal. Se seu gato ainda não aceita a escovação, comece aos poucos e sempre recompense com petiscos o bom comportamento.

Plante um vaso de graminhas. As graminhas ajudam a controlar bolas de pêlo, seja induzindo o vômito ou lubrificando o intestino, e ainda contém fibras importantes para a saúde do gato. Existem várias opções e nem todos os gatos gostam de todas elas, se seu amigo torcer o nariz para uma delas, troque a graminha até achar uma que o satisfaça. (E se quiser, veja clicando aqui como plantar grama com milho de pipoca – ela é uma das preferidas).

Mantenha seu gato saudável mentalmente: ofereça esconderijos, caixas, túneis, prateleiras e mirantes para ele ter com o que se ocupar. Brinque ao menos 15 minutos diários com um brinquedo interativo e deixe vários brinquedinhos e quebra-cabeças pela casa.

Por fim, se o caso for grave, seu veterinário pode indicar rações ou produtos que ajudem a melhorar a situação. Existem desde petiscos à óleos que prometem melhorar a passagem dos pêlos pelo intestino, mas só use-os sob recomendação para não desequilibrar a nutrição ou a digestão do bichano.

 

Fotos:  Byron Chin e Anne

Comentários desativados.