Socorro, meu gato me “ataca”!

gato morder atacar calcanhar

Os olhinhos brilham atrás do batente da porta, o rabinho sacode com as perninhas de traz sapateando, a pupila dilata, uma patinha da frente se ergue e… o gato ataca seu calcanhar literalmente com garras e dentes! Você dá um pulo com o susto e ele dá outro bote. E outro. E reclama quando você dá uma bronca.

“Meu gato está louco!” – Relaxa, ele não está.

“Meu gato é agressivo!” – Nããão! Não é isso!

“Meu gato me ataca!” – Ahn… Não exatamente…

O que realmente acontece

Ele “ataca”, sim, no sentido de que dá um bote. Mas ele não quer te machucar, ele está até controlando a força da mordida (acredite, uma mordida de verdade é bem pior!). O que ele está realmente fazendo é… chamar você para brincar! Ele está fingindo que seu calcanhar (ou braço, coxas, pernas) é um roedor suculento que ele precisa caçar.

gato morder atacar calcanhar

Porque acontece

Oras, gatos são caçadores. Tudo neles é feito para caçar: as almofadinhas para andar silenciosamente, as unhas retráteis em forma de gancho, os bigodes ultra-sensíveis, os olhos com visão noturna, os músculos perfeitamente alinhados para agilidade e precisão.

Mas quando colocamos eles dentro de casa, com comida à vontade e sem camundongos à vista, tiramos deles a chance de fazer exatamente o que foram feitos para fazer. E eles sentem falta disso, de observar a presa (atrás do batente), preparar o bote (sapateando) e atacar a presa em movimento (seu calcanhar andando). Faz parte da natureza deles, é o que eles são. Tirar a caçada de um gato é o mesmo que impedir um peixe de nadar ou um pássaro de voar.

gato brincar morder atacar

Como resolver

Se o que ele precisa fazer é caçar, deixe-o caçar! Mas não seu calcanhar nem um camundongo inocente, e sim brinquedinhos. Os melhores brinquedos para isso são as “varas de pescar”, brinquedos que têm uma haste e uma corda com alguma coisa interessante na ponta. Alguns gatos preferem brinquedos menores e leves que flutuam no ar, outros brinquedos que parecem uma cauda ou cobrinha, outros preferem brinquedos maiores para cravar os dentes – descubra a preferência do seu. Ratinhos, bolinhas, quebra-cabeças são todos muito importantes mas não atendem à necessidade da caça.

Brinquedos de vara devem ficar guardados até a hora que você for brincar com o gato. Sim! Você definitivamente precisa brincar junto! Use sua imaginação e finja que o brinquedo é realmente uma presa, presas não correm na direção do gato nem ficam sacudindo na cara dele, elas correm pelo chão e se escondem atrás ou de baixo das coisas, elas param e mudam de direção de repente, elas voam! E não são sempre iguais, varie os brinquedinhos. Elas também não “somem” depois de caçadas, ao final da brincadeira, deixe o gato aproveitar a caça um pouco.

Os gatos precisam caçar-brincar diariamente. O ideal é logo depois de acordar e antes de dormir, ou seja, duas vezes por dia até se cansar (deitar esticado de lado é um bom indicativo de que ele cansou). A brincadeira não precisa ser longa, 10 a 15 minutinhos por vez é o suficiente, gatos não foram feitos para correr como os cães, eles têm picos de energia de curta-duração e faz mal fazê-los correr demais (nada de correr com o brinquedo pela casa).

gato parar morder atacar

Como não resolver

Dando broncas ou gritando (isso só irrita mais), usando borrifador de água (gato não é cachorro!), saindo correndo (é o que as presas fazem!). Nunca recompense o gato pelo mau comportamento, não dê o que ele quer, isso só fará com que ele continue tendo o comportamento indesejado. Isso significa que você também não pode, depois de um calcanhar “atacado”, pegar o brinquedo de corda – é exatamente o que ele quer.

O melhor a fazer, se conseguir, é ignorá-lo. Eles odeiam ser ignorados e isso mostra que você não é uma presa e não vai fazer o que ele quer. Assim, por frustração, ele vai eventualmente aprender a não te “atacar” mais – você vira um alvo chato. Se não conseguir ignorá-lo, mostre que ele te machucou, fique triste, se encolha, fale “ai ai” baixinho – ele vai sim perceber, e vai se sentir culpado!

 

Fotos: Julie Falk, wabisabi2015, Emily e rainy city.

Comentários desativados.