Como plantar e cultivar catnip, a erva-dos-gatos

A catnip é uma das plantas preferidas dos miaus. Eles podem rolar, morder, comer e fazer uma verdadeira festa com as suas folhas. Isso porque ela tem um efeito positivo no cérebro deles, causando sensação de alegria e bem-estar (saiba mais sobre isso, aqui). Ela não é nociva e nem viciante, por isso é uma ótima opção de enriquecimento ambiental. Afinal, não é a toa que ela se chama erva-dos-gatos.

O plantio e manutenção são bem simples e ela é uma erva resistente, então não é preciso ter um dedo verde para cultivá-la. E além de ser ótima para os gatinhos, ela ajuda a afastar mosquitos, atrair borboletas e dá um ótimo chá calmante para você tomar nas noites de insônia. Ela pode ser mantida em vasinhos dentro de casa ou no jardim, onde pode chegar a pouco mais de 1 metro de altura e dá flores roxas que lembram a lavanda.

PLANTIO

Prepare a terra do jardim ou vasinho, deixando-a bem fofa. Só é importante que o solo tenha uma boa drenagem de água. As sementes de catnip são pequenas, mas não se deixe enganar pelo tamanho: cada semente vira um pézinho, então as coloque bem espaçadas na terra e em pouca quantidade, assim elas terão espaço para crescer saudáveis. Cubra com uma camada fina de terra e regue diariamente nesse começo, de preferência com um borrifador para a água não descobrir as sementes. Entre sete e dez dias elas começam a germinar.

DICA: Não sabe onde encontrar sementes de catnip? Na nossa lojinha tem! E parte das vendas ajuda animais abandonados ♥ Visite clicando aqui!

CUIDADOS

A catnip resiste bem ao calor e ao frio, mas não gosta de solo encharcado. Regue regularmente, esperando o solo quase secar entre uma rega e outra. A melhor forma de saber se você está regando o suficiente é observar a própria planta: se suas folhas estiverem murchas, ela precisa de mais água; se o solo está sempre úmido, por outro lado, você pode regar menos.

A catnip se dá bem em sol pleno e também em ambientes internos, desde que receba luz algumas horas por dia. Se ela está se desenvolvendo muito lentamente, pode estar precisando de mais sol.

Se for manter sua muda em um vaso, você pode podá-la para fortalecê-la e incentivar o surgimento de mais ramos laterais. Para isso, quando ela atingir a altura desejada, use as unhas para tirar a pontinha do topo da planta, de onde nascem novas folhinhas.

Se for manter no jardim, você pode podar após o florescimento, apenas para fortalecê-la e evitar que a própria planta semeie novas mudas no quintal (elas são ótimas em tomar conta do canteiro se deixar!).

PREPARANDO PARA O GATINHO

Alguns gatos já ficam muito contentes com a presença da catnip in natura e vão querer deitar e rolar na própria planta. A maioria, porém, prefere a erva desidratada, que você pode dar direto ou colocar em brinquedinhos e arranhadores. Para prepará-la desidratada para o gatinho, siga estes passos:

1. Corte alguns ramos, tomando cuidado para sempre deixar algumas folhas na muda para que ela se recupere. É uma boa ideia mantê-la com no mínimo 8 cm.

2. Pendure os ramos de ponta cabeça, de preferência fora do alcance do gato, e espere alguns dias até secarem naturalmente. Se quiser agilizar o processo, você pode colocar em uma assadeira no forno a baixa temperatura por alguns minutos, até que sequem.

3. Esfarele as folhas secas, ofereça para o gatinho e divirta-se com a alegria dele!

PREPARANDO PARA VOCÊ

Se quiser um chá de catnip, é só usar as folhas secas do passo a passo acima. Ela funciona como um sedativo leve quando ingerida por humanos, ajudando também na digestão. Historicamente tem sido usada para tratar ansiedade, insônia, dor de estômago, artrite, febre, tosse, inchaço e outras condições. A catnip só não é recomendada para mulheres grávidas pois pode causar contrações.

 

Fotos: rainy city, Isaac Wedin, Cloudtail the Snow Leopard, hthrd.

Comentários desativados.