10 dicas para dar um banho mais tranquilo no seu gato

yoda

Se você já tentou dar banho em um gato, com certeza ficou com cicatrizes da guerra por alguns dias. Seu bichano vai espernear, arranhar, miar e até uivar se você colocá-lo debaixo d’água. Mas apesar da crença popular, os gatos não odeiam água. Seus parentes distantes, principalmente os que vivem nas selvas quentes, adoram nadar (pense num tigre).

A aversão que os gatos domésticos têm à água é culpa, bem… nossa! Eles gostam de enfiar a pata na tigela de água, e muitos ficam fascinados com a torneira pingando ou a chuva na janela. Alguns gatos, inclusive, como Turkish Van, adoram nadar! O que eles não gostam, em qualquer aspecto da vida, é serem forçados a fazer alguma coisa. E quando colocamos seus pêlos devidamente lambidos e arrumados, com seu cheirinho e identidade, debaixo do chuveiro… eles obviamente ficam bravos.

E o primeiro passo para dar um banho no seu gato e sobreviver, é entender isso. O segundo é entender que ele NÃO PRECISA DE BANHO. Não. Nem de vez em quando. Nem uma vez por mês. Não precisa! Ele sabe se manter limpo, ele tem uma língua fascinante que serve justamente para isso. Mas… ele se pode se enfiar em lugares sujos, cavar seus vasos ou ser um peludo que você acabou de resgatar da rua. Nessas situações emergenciais, e apenas nelas!, o stress do banho pode ser necessário. Então para te ajudar na empreitada, seguem algumas dicas:

  1. Banho a seco. Essa deve ser sua primeira opção. A maioria dos gatos nem percebe que está tomando banho. Compre um produto específico para gatos, porque ele inevitavelmente vai se lamber e vai ingerir o produto. Os lenços umedecidos são mais práticos, mas também existem sprays que você passa e espalha com uma toalha. Tente fazer a coisa toda parecer uma sessão de carinho e massagem e escove bem os pêlos do gato, antes e depois da aplicação.
  2. Corte as unhas dele. De preferência, no dia anterior, já que o corte de unhas também é estressante. Se o banho for uma emergência, melhor você usar luvas de borracha para se proteger em vez de estressar o gato.
  3. Escove antes. Não deixe para escovar na água porque isso só vai fazer o banho demorar mais. Escove bem os pêlos dele, no sentido contrário ao crescimento. Se ele não gosta disso, escove, solte-o e espere que ele se acalme antes de começar o banho. A chave aqui é não acumular stress.
  4. Não deixe ele nervoso. Prepare tudo o que vai precisa ANTES de o gato perceber que vai tomar banho, você pode brincar com ele por um tempinho, fazer um carinho e ajudá-lo a relaxar antes de colocá-lo no box. Se ele perceber que tem banho vindo aí, vai ficar mais ansioso e estressado.
  5. Mantenha a sua tranquilidade. Se você estiver apreensivo, o gato vai saber, e vai ficar apreensivo também. Relaxe, respire fundo, agrade o queixo dele, finja que é tudo uma brincadeira.
  6. Comece devagar. Não coloque o gato na água, em nenhum momento. Use um chuveirinho ou um copo para molhá-lo, sempre com água morna. Comece pelas patinhas e vá subindo, a cabeça é a última parte (cuidado com ouvidos e boca, se possível, nem molhe a cabeça, use só um paninho úmido).
  7. Use shampoo de gato. Vai ficar um resto de shampoo e ele vai se lamber e vai engolir. Produtos para cachorro ou para gente podem causar reações alérgicas ou mesmo serem tóxicos (shampoo antipulgas de cachorro então… nunca!). Enxágüe o melhor que puder.
  8. Seque bem. Mesmo que ele esteja nervoso, enrole-o numa toalha macia e esfregue os pêlos. Escove-o mais uma vez e, se possível, atraia-o para um lugar com sol (a não ser que ele seja branco!). Ele vai sentar e se lamber por um bom tempo, deixe. Ele está consertando a “bagunça” que você fez nos pêlos dele e tentando colocar seu próprio cheiro de volta.
  9. Secador? Pois é… se seu gato tem pêlos muito compridos, pode ser preciso usar um secador para evitar nós. Use a temperatura mais baixa, a velocidade mais baixa e bem longe da pele. Peça para alguém ligar o secador do outro lado do cômodo para ver como ele reage ao barulho, e só então leve-o para perto. Comece com o ar bem de longe, e nunca direto no rosto, e aproxime devagar. Se nada disso funcionar e ele estiver apavorado, não insista. Seque-o com a toalha e escove bem os pêlos dele. Deixe ele secar um pouco no sol e escove de novo. E mais uma vez quando estiver completamente seco.
  10. Não peça desculpas na hora! Peça depois. É uma tentação grande dar petiscos e saches durante e logo depois do banho, mas, além do fato de que ele não vai comer, fazendo isso você reforça o comportamento errado. Espere um tempo, mais de meia hora no mínimo, antes de dar um agrado de desculpas. Afinal, ele merece!

Foto: Bo Stern

10 Comentários

  • Camila Mariah disse:

    Olá. Mto boa as dicas. Tenho uma lindinha de pelo comprido e ela de vez em quando se suja fazendo cocô. A dica que dou e funciona é utilizar, ao invés do secador, aquele aquecedor pequeno que é barato até, justamente por não ser mto potente. É só deixar ligado no mesmo ambiente direcionado ao gato e ele fica lá tranquilo se lambendo e aproveitando o momento rs…

  • camila disse:

    a maior dica que posso dar pra acrescentar todas essa e é o que faço toda vez que ela esta agitada demais é colocar uma camiseta velha e de manga comprida aconchegar seu gato em você e entrar junto debaixo do chuveiro…..e realmente depois do banho muito carinho com toalhas secas e nada de secador…..sempre que minha zuzu esta agitada dou um bom banho quentinho seguido de muito carinho e ela se acalma….nunca tive problemas…..

  • Maria Santos disse:

    Quando mais novos, insistiem dar banhos e saia toda arranhada. Depois que a veterinaria me disse que gatos não precisam tomar banho, tal como vcs explicaram aqui, fiquei tranquila. Meus gatos são super limpos. Não suportam areia esteja suja e so gostam da ração nova no pratinho, tipo, ponho comida, mas mesmo que fique alguma no prato, quando entro em casa eles começam a pedir comida. Então vou la na ração pego um pouco e ponho por cima da que ja estava, eles gostam do cheirinho da saída do pacote ou do barulho que faz ao abrir o saco. São lindos e muito inteligentes. Amor incondicional. Amigos, carinhosos, “metidos” (rss)…eu os amo, são parte de mim, da nossa familia.

  • sandra disse:

    Adorei as dicas.Tenho dois brancos sempre dou banho pra ficarem lindos e branquinhos…gostaria de saber dicas de como acabar com pulgas, obrigada :)

  • João disse:

    Tenho uma gatinha e dou banho nela desde pequena nunca tive problemas e no final uso a toalha e secador.

  • livia sales disse:

    Adorei! Tenho um garoto mais ele é muito medroso! Dei banho nele tranquilo com as dicas ele nem parece um gato!

  • laura disse:

    kkkk estou cheia de arranhoes nas costas…amei as dicas e vou colocar em pratica…obrigada

  • Cristhian disse:

    Tenho um gato, ele é calmo no banho, so fica irritado se demorar, o unico problema é que não da pra acalmar ja que ele não gosta muito de carinho kkkkkkk
    Vlw as dicas!

  • Olivia disse:

    Adotei dois gatinhos filhotes e adorei as dicas, pois minha experiência com gatos acaba de começar. Já tive cães de varias raças mas gatos é a primeira vez e são En-can-ta-do-res. Ao invés de assistir TV agora assisto gatos brincando. Muito mais divertido e proveitoso! Valeu!