Ronronron: como massagear seu gato

onde-agradar-gato

Todo mundo precisa de um tempinho para descansar e relaxar, inclusive os gatos. Com uma massagem diária de 5 a 15 minutinhos, seu miau pode se tornar um animal mais tranquilo e saudável. E a melhor parte é que você mesmo pode descobrir as preferências dele e fazer a sessão em casa!

Para te ajudar, chamamos um massoterapeuta com experiência em massagem para humanos e animais para dar algumas dicas e explicar os princípios básicos para você começar a explorar o que dá certo ou não com seu gato. Aí é só separar uns minutinhos do dia para passar com o peludo e ver os resultados irem aparecendo com o tempo.

 

MASSAGEM PARA ANIMAIS E. Toshiyuki Missao, massoterapeuta

Algumas importantes observações para a massagem em humanos também devem ser levadas em consideração para animais, por exemplo:

  • A massagem deve ser sempre realizada em músculos, não se massageia áreas ósseas, isso só irá causar incomodo ou dor ao paciente.
  • A massagem não precisa ser forte, ou seja, ao aplicar a massagem em seu pet evite aplicar peso ou força demais.
  • A massagem relaxante não é pontual ou aguda, ela não tem o intuito de causar a dor, portanto, não aperte ou massageie seu pet com a mão em forma de pinça ou apertando somente com as extremidades dos dedos (existem técnicas de massoterapia que são agudas e pontuais, porém não visam apenas o relaxamento, mas sim o tratamento de uma enfermidade especifica).

Esses são alguns detalhes importantes que, quando observados, podem garantir o sucesso e agrado da maioria dos pets. É importante analisar e saber onde se encontram os músculos do animal, portanto conhecer bem o seu pet pode ajudar e muito.

Outro ponto de interesse, que há também similaridades com os seres humanos, porém em proporções opostas, são os locais. Tendo em consideração que a massagem para relaxamento é uma técnica que consiste justamente em fazer o paciente relaxar, como resultado da ativação sensorial de músculos e da pele, o mesmo acontece com os pets. Assim como em seres humanos, os animais também possuem locais mais apropriados ou mais sensíveis para a massagem, contudo opostos.

Por exemplo, os locais como pescoço e axila em seres humanos são normalmente regiões de maior sensibilidade, o que acaba sendo incômodo em alguns casos; contudo, os pets não sentem cócegas nesses pontos e sim o contrário, se sentem agradados com a ativação sensorial, propiciando assim, quando aplicada de maneira correta, uma massagem agradável.

Assim, se pensarmos em algumas das regiões em que os seres humanos são mais sensíveis ao toque, como o pescoço, axilas e a barriga, teremos bom ponto de partida para melhor agradar nossos pets. Claro que cada ser vivo é único e suas sensibilidades podem ser interpretadas levemente diferentes, assim como nem todo ser humano sente cocegas nas axilas, nem todo gato ou cachorro pode se sentir confortável ao ser massageado em tal região. Portanto, o importante é tentar e ver quais destes locais agradam mais ao seu pet.

massagem gatos como fazer

Observação sobre a barriguinha: por ser uma área vulnerável, muitos gatos se sentem incomodados de serem tocados nessa região. Alguns, entretanto, têm plena confiança no seu humano e adoram um agrado na barriga. Conforme o laço entre vocês se fortalece com a realização da massagem diária, seu gato pode ficar mais tranquilo com o toque, ou os instintos podem falar mais alto para o resto da vida – o importante é entender que isso faz parte da natureza dele e nunca forçá-lo!

 

Foto: Supafly

Comentários desativados.